terça-feira, 10 de abril de 2012

Capítulo 13



Capítulo 13

Suddenly the sky is falling...
Subitamente o céu está desabando...


Aquele simples não posso, foi o suficiente pra destruir Joe por dentro... Mais já devia esperar que seria assim. Só não conseguia entender o que ela fazia ali então... Se não podia mais amá-lo, perdoá-lo... Porque estava ali com ele... O olhando como se importasse?

_Porque é tão difícil?_ ele questionou_ Porque não pode? Sei que ainda sente alguma coisa... Não é possível...
_Eu vou me casar Joe_ ela o interrompeu, quase gritou as palavras.
_Você o que?_ ele perguntou com dificuldade, as dores em seu peito aumentando.
_Foi por isso que voltei a Los Angeles... Pra me casar_ sussurrou abaixando a cabeça.
_Como assim? Casar com quem?_ ele perguntou nervoso.
_Com o Chad_ ela disse ainda encarando o chão.
_Chad?
_Eu o encontrei em Paris... Nós começamos a namorar e... Ele me pediu em casamento_ ela tentou conter as lágrimas_ eu aceitei... Foi por isso que voltamos, pra nos casar.

Joe sentiu com se o céu estivesse desabando sobre sua cabeça... Encarou Demi estático, sem acreditar no que ouvia, a dor em seu peito começou a ficar insuportável, mais ele se manteve de pé, respirando com dificuldade.

_Você... Você não pode... _ mais ele não conseguiu continuar.
_Meu casamento é depois de amanhã_ ela continuou_ Amanhã a noite é minha despedida de solteira e nem devia estar aqui.
_Não faz isso Demi... Por favor_ implorou.
_Sinto muito Joe... Você teve a sua chance_ ela sussurrou_ e jogou ela fora... Agora é tarde demais pra se arrepender.

E dizendo isso, Demi lhe deu as costas e saiu batendo a porta... Desceu as escadas correndo, quase tropeçando... As lágrimas a segaram, mais ela não parou precisava ir embora... Precisava ficar longe dele.

_Idiota, idiota, idiota_ ela gritava consigo mesmo enquanto atravessava a rua apressada.

Não deveria ter ido atrás dele... Sabia que só tornaria tudo mais doloroso e mais difícil. Mais não pode evitar, dominada pelo impulso de vê-lo nem que por um ultima vez. Mais agora era tarde demais... Ele tinha escolhido seu destino e não voltaria atrás, ela se casaria em dois dias... Pelo Chad... Ele sim merecia seu amor, ela não podia decepcioná-lo.

_Por você Chad_ suspirou limpando as lágrimas.

Joe encarou a porta por um longo tempo... Depois de uns minutos sentiu suas pernas bambearem e se abaixou. Escondeu o rosto nas mãos e começou a chorar... Chorar como uma criança, não conseguiu evitar. Todo esse tempo, por mais que fosse uma loucura, por mais que ele tentasse evitar, seu coração tinha a fraca esperança de que Demi ainda o amava... De que ela passaria pela porta sorrindo, abraçaria e diria as três palavras que ele tanto desejou ouvir.
Mais agora ele tinha certeza de que isso nunca aconteceria... Como ela dissera, ele teve sua chance e a jogou fora. O amor da sua vida se casaria com outro homem dentro de dois dias e não havia nada que ele pudesse fazer. Nada além de chorar e sentir pena de si mesmo.
Sua respiração veio mais rápida... Seu coração estava acelerado... Tinha que tomar seu calmante para aliviar a dor, mais ao invés disso apenas ficou ali... Uma pequena esperança de que sua hora tivesse chegado... De que morreria de uma vez. Assim não teria que sofrer mais... Não queria estar vivo pra ver seu amor partir... Não agüentaria isso.
Ele morreria primeiro...

_Joe?_ ouviu uma voz lhe chamar.

Mais aquela não era a voz que ele queria ouvir... Era só a Miley. Joe não respondeu, continuou ali abaixado, soluçando, desesperadamente... Em sua cabeça ele pedia que Deus o levasse de uma vez. Mais ao que parecia ele não faria isso... Deus também havia se esquecido dele... E o deixaria viver pra presenciar o pior dia de toda sua vida. Pior até mesmo que ouvir Demi dizer eu te odeio... Era ter de vê-la nos braços de outro homem. Suportaria qualquer coisa... Menos isso.

_Oh Deus... O que aconteceu Joe?_ ela se abaixou ao lado dele.
_Ela vai casar Miley_ ele disse em meio ao choro_ ela vai se casar.
_Eu sinto muito_ Miley sussurrou aflita.

Joe ergueu os olhos pra encará-la... Via que ela também estava sofrendo. Então ele não disse nada, apenas a abraçou a apertado e fechou os olhos... Era o que precisava no momento... Alguém pra abraçar e mentir dizendo que tudo ficaria bem. Miley havia o dado às costas quando ele precisara, mais ela se arrependia assim como ele se arrependia do que havia feito... Então se ele queria o perdão também deveria perdoar.

_Vai ficar tudo bem_ ela mentiu... Era tudo que ele queria.

...........................................................................
Joe estava agora sentado em sua cama... Os olhos vermelhos de tanto que chorara. Miley lhe obrigara a tomar o calmante que Charlie receitara e aquilo fez o sufoco passar. Mais a dor continuava... Não física, mais emocional... E aquela remédio nenhum poderia curar.
Miley se sentou com ele na cama e lhe entregou uma xícara de chá.

_Esta melhor?_ perguntou.
_Sim_ ele disse vagamente_ obrigada.
_Joe... Eu...
_Tudo bem Miley_ ele sorriu de lado_ esqueça aquela nossa briga... Não devia ter dito nada daquilo.
_Mais você estava certo... Eu fui uma péssima amiga e me sinto mal com isso.
_Já faz algum tempo... O melhor pra todos nós é esquecer.
_Você falando assim faz parecer fácil_ suspirou.
_Eu agradeço de verdade sua preocupação_ ele disse_ mais não há nada que você possa fazer por mim.

Ela sabia que era verdade... Por mais que quisesse, não podia fazer nada pra ajudá-lo e sentia-se impotente, inútil. Era difícil ver o amigo naquele estado e cada dia ficava pior. Sua culpa aumentava ao olhar pra ele... Uma cara de cansado... Triste.
Ela podia sentir que a hora dele estava cada vez mais perto e um pedaço de seu coração morreria com ele.

_Lembra quando éramos crianças?_ Miley sorriu_ quando brincávamos juntos? Correndo na rua feito dois loucos, tocando a campainha dos vizinhos e correndo.
_Lembro sim... As meninas implicavam muito com você_ ele riu_ porque você preferia jogar bola comigo a brincar de bonecas.
_É... E eu andava sempre com bermudas largas e cabelo preso... Parecia um garoto_ ela riu_ sinto falta daquilo.
_Eu também... Nossa vida era tão mais fácil.
_Infelizmente as pessoas mudam.
_É... Veja você. A pirralha que parecia um homem virou uma mulher linda e decidida_ ele sorriu_ e eu mudei pra pior.
_Não... O pirralho metido virou um homem incrível... Bonito, inteligente, carinhoso... Divertido.
_Traidor_ ele completou.
_Todos cometem erros Joe... O meu e de todos os outros foi ter esquecido disso... Que errar é humano.

Miley se lembrava bem do tempo que ela e Joe eram apenas crianças... Nunca imaginou que agora estaria olhando seu melhor amigo esperar a morte chegar... Ela sempre o vira com um herói na verdade, que a protegia dos caras safados... A defendia das patricinhas irritantes na escola... Chegara a pensar que ele era invencível... Era duro ver que estava enganada.

_Ela o ama Miley?_ ele questionou.
_Só ela pode te responder isso.
_Mais... Você acha que sim?
_Ela gosta dele sim Joe... Mais... Amar é uma palavra forte demais... Só ela pode te dizer o que realmente sente.
_Eu nem sei se quero saber a resposta_ ele suspirou.

Já era duro saber que ela iria se casar... Não agüentaria ouví-la dizer que o ama, isso seria demais.

_Acabou Miley... E dessa vez é pra sempre_ ele disse com tristeza.

Joe largou a xícara de lado e deitou a cabeça no colo de Miley... Precisava do apoio da amiga. Ela deu um leve sorriso e começou a brincar com o cabelo dele, enquanto ele fechava os olhos e adormecia. Todo super-herói tem sua kriptonita... Ao que parecia a de Joe era o imenso amor que ele sentia por Demi... Por mais bonito que fosse... Esse sentimento estava acabando com ele aos poucos.
E infelizmente não era algo que ela pudesse mudar.


Então pessoas lindas, amanhã postarei o FINAL, comentem por favor, beijemi e espero que gostem, e não chorem please kk

3 comentários:

  1. muito triste vou chorar mas está perfeito

    ResponderExcluir
  2. QUE ISSO TA FICANDO PERFEIT OOMGGG HAA MORRENDO NAS LAGRIMAS AKI MORE KI LINDO MEU

    ResponderExcluir